Se você utiliza diversos penteados apertados e faz uso frequente de secador e chapinha, pode estar prestes a descobrir da pior forma possível o que é alopécia por tração. A boa notícia, porém, é que é possível preveni-la e garantir que o couro cabeludo não sofra perdas, como explicaremos abaixo. Para complementar, também falamos um pouco sobre os medicamentos que podem ser empregados no tratamento de quem não conseguiu escapar da perda dos fios.

Confira a seguir.

O que é alopécia por tração

A alopécia por tração nada mais é que uma falha capilar que ocorre principalmente por causa da força aplicada em alguns penteados, que traciona o cabelo para trás (daí o nome “por tração”) e fazem com que a elasticidade das fibras que sustentam os fios seja perdida, como explica a Dra. Christiane Gonzaga, dermatologista. Essa força enfraquece a raiz dos fios, fazendo com que eles caiam, e pode até mesmo criar cicatrizes no bulbo capilar, dificultando o novo crescimento. A área frontal da cabeça é a mais prejudicada, dando o aspecto de “testa grande” até mesmo em crianças nas quais as mães fazem penteados muito apertados, mas não é difícil encontrar casos em que os fios da nuca são afetados.

Estima-se que haja um recuo dos fios de até 3 centímetros nessa área, o que é mais comum observar em pessoas negras, pois os apliques e tratamentos químicos também levam ao problema e são mais utilizados por pessoas com cabelo afro. Mas qualquer pessoa está sujeita à alopécia por tração caso não se cuide.

Outra causa que leva a esse tipo de alopécia, embora não tão comum, é a tricotilomania, nome dado a uma compulsão que faz com que as pessoas arranquem seus próprios cabelos. Já os sintomas que a acompanham muitas vezes podem não aparecer, por esse ser um problema um tanto sorrateiro notado apenas quando já levou à perda de muitos fios.

Quando surgem, porém, podem causar diversos incômodos no couro cabeludo, como:

  • Coceira;
  • Caspa;
  • Formigamento;
  • Dor, de leve a moderada;
  • Descamação.

Os danos mais sérios, como a cicatrização dos folículos pilosos, ocorrem somente nos casos em que a tração não é interrompida e um especialista não é procurado para um diagnóstico e, posteriormente, um tratamento.

Tratamento da alopécia por tração

Ao notar a queda dos fios na parte frontal do couro cabeludo, onde essa alopécia normalmente ocorre, ou sentir alguns dos sintomas acima listados, o primeiro passo a ser dado é procurar um especialista para obter um diagnóstico. Esse diagnóstico, por sua vez, não exige exames complexos, porém é preciso conhecer o histórico do paciente e observar cuidadosamente o couro cabeludo, a fim de identificar perda de fios ou afinamento dos mesmos na região frontal e bolinhas ou outros sinais, explica a dermatologista Dra. Julia Faria.

Caso esteja em estágio inicial, o tratamento consistirá basicamente em parar de tracionar os fios e danificá-los, o que significa deixar de lado os penteados apertados, químicas e tratamentos diversos que podem expô-los a altas temperaturas, por exemplo.  Já se seu estágio for avançado, é preciso utilizar outras alternativas que, combinadas ou trabalhadas de forma individual, visam estimular os folículos pilosos a produzirem novos fios.

Algumas dessas opções são:

  • Laser de baixa potência;
  • Microagulhamento;
  • Lasers que estimulam a organização e produção de colágeno;
  • Anti-inflamatórios e demais medicamentos, tanto tópicos quanto orais, que podem até mesmo serem utilizados em casa e aplicados pelo próprio paciente.

O tempo previsto para que os fios voltem a crescer varia de 3 meses a até 1 ano. Muitas vezes, porém, o paciente só procura ajuda quando o avanço da alopécia por tração se deu de tal forma que os folículos pilosos cicatrizaram e não são mais capazes de produzir novos fios, o que leva os médicos a indicarem o implante capilar como solução.

Esse método consiste basicamente em retirar cabelo de uma área saudável e implantar na área afetada, porém não é financeiramente acessível para todas as pessoas que passam pelo problema e só pode ser adotado se não existirem “buraquinhos” onde antes existiam os fios, pois eles impedem a pele de receber e se adaptar ao cabelo implantado. A saída, nesse caso, é recorrer às opções de disfarce disponíveis no mercado.

As mais eficazes são as perucas e as próteses localizadas, que podem ser feitas sob medida ou adquiridas a pronta entrega. Você pode conferir alguns modelos diretamente em nosso site, nas páginas Perucas Femininas e Próteses Capilares Femininas, mas também é importante que você saiba como evitar que seus fios caiam e que isso seja necessário.

Como prevenir a alopécia por tração

Como prevenir sempre é melhor que remediar, confira algumas dicas que você deve seguir para manter todos os fios saudáveis e no couro cabeludo:

  • Evite penteados apertados: eles são os maiores vilões quando o assunto é alopécia por tração. Caso precise pender o cabelo por causa do calor ou para uma ocasião especial, opte por penteados mais “frouxos”.
  • Evite técnicas constantes de alisamento: se você já alisou o cabelo pelo menos uma vez na vida, sabe que só é possível deixar os fios retinhos através de muito calor e puxando-os para trás. Inclusive, em muitos casos a cliente sai do salão com o couro cabeludo dolorido devido a força utilizada, e esse é um sinal de perigo.
  • Evite processos químicos: assim como os penteados e alisamentos simples, o uso constante de processos químicos, como tintura, também pode levar à alopecia por tração, mesmo que não puxem os fios. Eles são capazes de enfraquecer a raiz com a mesma facilidade.

Agora você já sabe o que é alopécia por tração, que não são necessários exames em laboratório para diagnosticá-la e que a consulta a um especialista é a única forma segura de saber quais tratamentos devem ser adotados. Mas que tal saber também o que a difere dos demais tipos de alopécia conferindo nossos posts sobre Alopécia Androgenética Feminina e Alopécia Areata? Temos certeza que as informações neles contidas podem ser úteis de alguma forma.

Se ficar com alguma dúvida ou quiser fazer uma sugestão, é só deixar um comentário abaixo =)